7 Maiores Problemas no Marketing de Afiliados

Marketing de afiliados é a melhor maneira para começar a ganhar dinheiro na Internet, desde que você não cometa esses 7 graves erros dos afiliados iniciantes, pois são enormes problemas no marketing digital.

No marketing de afiliados você consegue encontrar um produto que é muito bem aceito pelo público e que foi produzido por alguém que já tem uma autoridade no mercado.

Isso faz com que você economize tempo, dinheiro, energia, força de vontade e evita certas frustrações. Como afiliado, você apenas deve fazer a divulgação do produto.

Através, com muita consistência, você consegue ganhar dinheiro na internet, um bom dinheiro.

exemplos de problemas de marketing

 

Grandes empreendedores, autores de best-sellers na internet, gostam de aumentar seus lucros vendendo produtos como afiliados.

Mesmo que eles geram milhares de vendas de seus próprios produtos.

Por quê? Porque ganhar dinheiro no marketing de afiliados é muito simples, pois exige uma quantia pequena com dinheiro em investimentos de início.

Óbvio que é mais simples do que colocar em prática o modelo de lançamentos proposto por Jeff Walker e Érico Rocha, para realizar vendas de produtos digitais em quantidade.

Mas como em qualquer outro negocio, existe uma série de armadilhas apenas aguardando para te consumir junto com o seu dinheiro.

Antes de trabalhar como afiliado, leia esse artigo e veja agora os 7 problemas do marketing de afiliados.

7 Maiores Problemas no Marketing de Afiliados

1. Escolher um Péssimo Produto para Promover

Não são todos os produtos disponíveis no mercado que são iguais.

É bem provável que seje a motivação por trás de sua decisão de vender produtos como afiliado que pode estar baixa.

Muitas pessoas divulgam qualquer produto acreditando na boa reputação de produtos já acessíveis no mercado. Cuidado! Essa comparação pode não ser muito adequada.

Ao escolher um produto em plataformas de infoprodutos, você precisa ter muita cuidado.

No entanto, se quiser promover produtos que estão fora dessas plataformas, o seu cuidado deve ser triplicado.

Não escolha qualquer produto apenas por possuir a comissão mais alta.

Você precisa observar aqueles que têm a maior popularidade e melhores avaliações dos clientes.

Se muitas pessoas estão comprando, na maioria das vezes, significa que o produto é melhor e mais adequado do que outros disponíveis para venda dentro desse nicho.

Além de escolher ótimos produtos em nichos, você também precisa encontrar ótimos nichos.

Concentre-se em produtos que oferecem benefícios e resultados que as pessoas necessitam. Um produto de qualidade entrega o resultado prometido.

Se a popularidade do produto está elevada, significa que agora está sendo o melhor momento desse produto no mercado.

2. Escolher um Produto de Baixa Conversão

Seu objetivo como um afiliado é lucrar com o trabalho duro feito pelo produtor e com o dinheiro que ele gastou com redatores, produto, desenvolvedores e software.

Se você escolher um produto com poucas vantagens, você será menos recompensado pelos seus esforços. Abordamos, por exemplo, as taxas de conversão.

Poucos criadores de produtos contratam um copywriter de primeira linha.

De fato, muitos deles escrevem sua própria carta de vendas.

Poucos da mesma maneira contratam alguém para fazer gráficos para a página de vendas.

Assim sendo, eles tentam fazer sozinhos.

O resultado final se torna em uma página totalmente amadora, a carta de vendas contém erros graves de português e o produto tem uma taxa de conversão baixíssima.

Antes de promover qualquer produto, leia a página de vendas cuidadosamente e compare com outros.

Ao ver a página de vendas você sente vontade de comprar? Os gráficos estão bem feitos? Será que o texto ou/e vídeo da carta de vendas convence você de que o produto é a solução para eliminar aquele problema?

Estes erros são gravíssimos, tanto para o produtor como para o afiliado.

Não se pode ajudar o produtor desmazelado neste momento, mas você pode evitar frustrações e encontrar um produto melhor para divulgar.

Faça um favor para você mesmo. Escolha os produtos que você vai promover com muito cuidado.

3. Divulgar Falsas Soluções para o Público

Cuidado para não cometer esse erro se tiver uma lista de contatos.

Será necessário apenas um e-mail de divulgação de um produto errado e pode acabar destruindo completamente sua lista.

Mesmo que você fique fascinado a promover o próximo “maior lançamento”, não pode divulgar qualquer coisa. Vários afiliados se arrependeram de suas escolhas em promover grandes lançamentos que se revelaram mentirosos.

Eles reclamam que após promover produtos errados para sua lista de contatos, os seus seguidores encheram seus e-mails e páginas com palavrões e comentários obscenos.

Não seja uma dessas pessoas. Faça uma análise cuidadosa antes de enviar qualquer coisa para sua lista.

Evite divulgar produtos que fazem promessa de uma fórmula mágica para resolver situações e problemas.

Carl Sagan disse uma vez “Afirmações extraordinárias exigem provas extraordinárias”.

Na maioria dos casos, estes vendedores de falsas soluções não podem fornecer todas as provas extraordinárias, mas eles fazem aquilo que acreditam.

Evite promovê-los e tornar-se associado destes.

4. Escolher Produtos com Porcentagem Muito Baixa de Comissões

Se você está no mercado para uma lista de pessoas, eles vão considerar os produtos que você oferece em um pequeno período de tempo.

Selecione apenas produtos que souber promover de maneira profissional.

Se promover algo que só gera uma comissão de 25%, você perde tempo e dinheiro.

O mais apropriado para divulgar seria um produto semelhante que oferece uma comissão entre 50% e 75%.

Em termos de valor em reais da comissão, não se preocupe muito.

Enquanto muitos afiliados considerados autoridade na Internet dizem que eles se concentram na promoção de itens Highticket, ainda pode haver possibilidades de vender soluções e produtos relativamente baratos.

Nos Estados Unidos os relatórios de US$ 7 são muito populares.

Por isso, evite os produtores que pagam pouquíssima comissão, mas sem preocupar tanto sobre o preço.

5. Ser Desatencioso

A coisa principal é criar lista de contatos. Ao invés de gerar tráfego através do Google adwords, Facebook ads, Search Engine Optimization e outros métodos de enviar direto para o seu link de afiliado, você precisa fazer um esforço para convertê-los em membros da sua lista em primeiro lugar.

Isso se baseia por duas razões: o raciocínio matemático simplesexperiência coletiva de muitos afiliados.

Raciocínio Matemático Simples

Todos que teriam comprado o produto que você promoveu no e-mail, vai estar em sua lista de contatos.

E muitos dos que definitivamente não comprariam o produto, estarão também em sua lista de contatos.

Em vez de converter a uma taxa de cerca de 1 à 3% com vendas de afiliado, você vai ter nas mãos o poder de converter entre 15 e 40% dos assinantes em sua lista de discussão.

Experiência Coletiva de Muitos Afiliados

Você tem a chance de entrar em contato com os compradores mais dispostos e os mais relutantes em sua lista de contatos.

Além disso, uma vez que o cliente está em uma lista, encontrá-lo é muito simples.

Esse poder faz da lista de contatos uma coincidência entre os profissionais do marketing de afiliados.

Você tem a chance de divulgar produtos para seus assinantes novamente por meses ou até mesmo por anos.

Como afiliado, uma das melhores ferramentas que você tem disponível é a sua lista.

É fundamental usar sua lista para promover produtos.

6. Ignorar a Importância de Ser Pontual

Ser bem sucedido com marketing de afiliados, exige fazer mais do que simplesmente colocar um link de afiliado em um e-mail e enviar para algumas milhares de pessoas.

Se você espera que eles realmente comprem de você, seja criativo, pois seu e-mail deve ser interessante e não promocional.

As pessoas não querem receber e-mail de propaganda em suas caixas de entrada.

Uma sacada é entregar sempre conteúdo de valor.

Além de valor para as pessoas em sua lista, eles também precisam perceber de forma clara o quanto as suas dicas e conteúdos ajudam no dia-a-dia delas.

Promova somente o que de fato vale a pena e merece ser promovido.

Você precisa encontrar lançamentos de produtos que se classificam como um “evento”.

Encontrar algo assim grande onde as pessoas seguem o evento e comentam sobre ele.

Se você pode encontrar tal produto (por exemplo, o iPhone X de produtos relacionados ao seu nicho), é essencial que você projete sua própria estratégia de divulgação com os bônus, centrado na estratégia de acúmulo e liberação do produto.

Você vai querer se certificar de que os membros da sua lista comprem de você, mais do que de outro cara em outra lista.

Muita atenção ao relógio e calendário. Fique sempre atento aos prazos e datas do produtor durante as promoções e lançamentos.

Se existe um superlançamento que vai estar disponível em pouco tempo, você precisa ficar atento, para que no dia do lançamento consiga monetizar sobre ele rapidamente.

Pode ser que não aconteça uma segunda janela para essa oportunidade, portanto, aproveite as oportunidades.

7. Ignorar os Números Importantes

Muitos profissionais de marketing de afiliados não conseguem fazer pequenas contas, porém, esses cálculos são muito importantes e necessários para administrar corretamente um negócio e garantir que você está no lucro.

Por exemplo, existe afiliados que não sabem completamente a porcentagem mínima que a Plataforma Hotmart retira de cada venda e saque.

Em vez disso, eles simplesmente olham para o preço e comissão.

Além disso, outros ignoram as taxas de conversão, o gasto com tráfego e a quantidade de tempo que colocam em projetos.

Deixam também de fazer estimativas realistas de quanto esforço promocional custam e quanto de risco resultam.

Eles ignoram esses pequenos detalhes e gastam a maioria de seu tempo apenas para sonhar com as riquezas que poderiam arrecadar.

Mas Infelizmente, o marketing de afiliados não funciona dessa maneira.

Se você está gastando demais para obter tráfego e se as taxas de conversão estão péssimas ou se você aplica tempo demais em projetos que não possui grandes rendimentos, é muito óbvio que o resultado é fraco.

No fim do dia, mês ou ano, você pode acabar em prejuízo, ao invés de lucro.

E já que você é um único proprietário, não um CEO de uma corporação, significa que você pode perder uma quantia mínima do seu próprio dinheiro que você trabalhou duro para conquistar.

Quer saber como fazer um bom marketing para obter sucesso como empreendedor? Clique aqui e saiba mais nesse artigo.